Uma análise do gasto público em educação no Paquistão e seus impactos na produtividade e empregabilidade dos recursos humanos paquistaneses

  • Qais Aslam University of Central Punjab - UCP, Paquistão

Resumo

Este artigo analisa as despesas orçamentárias Paquistanesas em educação e seu impacto na criação de empregos como porcentagem do PIB. O estudo mostra que existem vários sistemas educacionais no Paquistão, com diferentes meios de instrução e segregação de gênero nos diferentes níveis escolares e com múltiplos problemas e ineficiências. Além disso, existem escolas inadequadas para meninos e meninas. As despesas orçamentárias no ensino superior são de 35% e na educação escolar de 65%. Existem 185 universidades no país. A participação da agricultura no PIB no período 2012-2018 diminuiu 2,5%, a da indústria diminuiu 6,7%, enquanto a participação do setor de serviços cresceu 9,2%, aumentando as oportunidades de emprego na nova economia baseada no conhecimento, ao custo do setor manufatureiro.

 

O governo deveria construir mais escolas em todos os níveis, com modernas instalações e infraestrutura, mesmo nos cantos mais remotos do país. Deve haver uma atualização científica dos professores em todos os níveis. Os livros didáticos devem encorajar o conhecimento científico e tecnológico baseado na pesquisa sensível ao gênero, sensível ao meio ambiente e orientado para a produtividade, com uma visão de mundo mais progressiva, a fim de criar maiores ligações entre o sistema escolar e o Ensino Superior com ênfase na economia do conhecimento do futuro e que incorpore padrões internacionais de direitos humanos e trabalhistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
22-04-2019
Como Citar
Aslam, Q. (2019). Uma análise do gasto público em educação no Paquistão e seus impactos na produtividade e empregabilidade dos recursos humanos paquistaneses. Gestão E Sociedade, 13(35), 2992-3010. https://doi.org/10.21171/ges.v13i35.2925